Sex Education e o abuso sexual

Com a estreia da segunda temporada de Sex Education, a Netflix apostou mais uma vez na divulgação livre sobre sexo e doenças sexualmente transmissíveis, algo que é muito importante, já que no noasso país a prática de educação sexual nas escolas não é algo bem visto por muitos brasileiros.


Sex Education - Divulgação: Netflix

Sinopse


Depois de enfrentar as confusões que só abrir uma clínica de saúde sexual para seus colegas de escola poderiam gerar, Otis (Asa Butterfield) está em um relacionamento sério com Ola (Patricia Allison), tentando esquecer seus sentimentos por Maeve (Emma Mackey) e ter uma vida normal. Mas, quando uma epidemia de clamídia se espalha pelos alunos do colégio, o menino se vê na obrigação de aconselhá-los novamente.

Além de reforçar aquilo que já vimos na primeira temporada, a série apresenta outros tabus do mundo do sexo, mas dessa vez se aprofundando muito mais nos sentimentos dos persongens.


O que podemos tirar de bom dessa temporada, além das boas risadas? Lições de sisterhood, empoderamento, e claro, o conhecimento sobre sexualidade e gêneros.


Sex Education - Divulgação: Netflix

Logo no começo da temporada, Aimee é assediada por um homem no ônibus e tenta se mostrar forte diante da situação, mas é algo que acaba gerando um trauma na mesma, impedindo a garota de andar de ônibus, ficar perto de homens.


Com o apoio de Maeve, Aimee presta a denûncia na delegacia. Uma cena muito importante, já que muitas vezes as mulheres não prestam queixa por medo ou por já considerarem uma situação do cotidiano.


Ao longo da temporada é trabalhado os novos traumas de Aimee e como a mesma precisa de apoio e tempo para conseguir supera-los.


De longe, a cena mais forte da temporada, foi apresentando as meninas que ao se verem unidas contra o assédio sexual, acompanham Aimee no ônibus, indo para a escola, mostrando que ela não está sozinha.


Sex Education - Divulgação: Netflix

A segunda temporada de Sex Education já está disponível na Netflix. Assista, aprenda, compartilhe.


A terceira temporada da série já foi confirmada pelo streaming e deve estrear em 2021.





nossa equipe tfp.png
  • YouTube
  • Twitter
  • Instagram

© 2020 por The Feminist Patronum.