the feminst patronum logo

Resenha: Como sobreviver à realeza

O que você faria se a sua irmã mais velha estivesse noiva do Príncipe, e futuro Rei, da Escócia? Daisy Winters está vivendo esse dilema.


resenha como sobreviver a realeza
Foto por Dunia Ahmad

Ela é apenas uma jovem adulta que mora em uma cidadezinha do interior dos Estados Unidos, e de repente sua irmã está noiva do ex solteiro mais cobiçado do mundo e as pessoas a sua volta decidem que vender a sua localização e informações antigas sobre a sua família para paparazzis e blogs de fofoca vale mais a pena do que sua amizade.


Como se não bastasse, o ex de Daisy falou para a mídia que ela apenas terminou com ele por estar interessada no príncipe mais novo, Sebastian, o solteiro festeiro mais famoso do mundo.


A coroa rapidamente decide mandar Daisy para a Escócia, para morar em um palácio onde ela ficará sob vigia de profissionais e protegida de pessoas vendendo sua localização o tempo inteiro, mas para Daisy, que apenas queria seguir seus planos comuns como ir a uma convenção geek, essa mudança é sinônimo de pesadelo.


Como Sobreviver à Realeza é um livro rápido, li em 4 horas sem parar, e divertido ao ponto de você rir e viver as emoções (e vergonhas) dos personagens à todo momento.


Apesar de estamos falando sobre um livro curto, algo muito positivo dessa história é que todos os personagens possuem desenvolvimento e importância, a única pessoa que aparece menos e você pede mais é na verdade a protagonista do segundo livro, ainda não lançado no Brasil.


Nas aventuras de Daisy na Escócia conhecemos Sebastian e seu grupo de amigos, os Rebeldes Reais, que em um primeiro momento revirei os olhos sobre quão clichê isso pareceu, mas acabei completamente apaixonada por todos, em especial por um membro em específico que não é o Príncipe.


É isso mesmo que você leu, esperava ver ela se apaixonando pelo Príncipe mais novo? A autora surpreende nas escolhas do enredo do início ao fim, tornando tudo muito surpreende mas sem te deixar verdadeiramente com medo de que algo vá dar errado no fim.



estelar tfp.png