Quem é: June Almeida

A primeira mulher a descobrir o coronavírus nos humanos em 1964, no seu laboratório no Hospital St.Thomas, em Londres.


Divulgação BBC

June nasceu em 1930 em Glasgow, na Escócia. Aos 16 anos, em 1947, deixou a escola e, por não ter recursos para ir à universidade, começou a trabalhar como técnica de laboratório em histopatologia na enfermaria real de Glasgow.


Na década seguinte, se muda para o Canadá, onde passa a trabalhar como técnica em microscopia eletrônica no Instituto do Câncer de Ontário. Lá suas habilidades logo se tornaram evidentes e, apesar de não ter uma formação acadêmica, June passa a assinar uma série de publicações científicas, principalmente relacionadas à estrutura de vírus que até então não podiam ser visualizadas.


Em uma visita a Toronto, um professor da Escola de Medicina do Hospital St. Thomas, a convence a retornar a Londres, em 1964. A cientista passa a colaborar com o pesquisador David Tyrrell, que analisava pacientes da unidade de gripe comum do hospital.


Durante a pesquisa, amostras de lavagens nasais de voluntários foram enviadas a June que pode identificar, em seu microscópio, os vírus do resfriado comum, que não podiam ser cultivados convencionalmente em laboratório, e novos vírus ainda não conhecidos, incluindo a família dos coronavírus.


O escritor médico George Winter contou à BBC escocesa que foram June e Tyrrell que batizaram o coronavírus, em função da coroa ou auréola que envolvia a partícula na imagem.



nossa equipe tfp.png
  • YouTube
  • Twitter
  • Instagram

© 2020 por The Feminist Patronum.