the feminst patronum logo

Procura-se Um Namorado | Resenha

Atualizado: 21 de abr.

Luc O'Donnel é filho de uma estrela do rock que ele mal conhece. Porém, apesar de sua inexistente relação com o seu pai, Luc precisa lidar constantemente com a imprensa em seu pé. E o pior, uma imprensa dedicada exclusivamente a acabar com a sua reputação, vazando fotos sem contexto, histórias inapropriadas e até explícitas. Por isso, ele tem muito medo de permitir que estranhos se aproximem demais.


O problema é que após os últimos vazamentos, seu emprego está na corda bamba e apenas limpar a sua imagem é capaz de recuperar os clientes que a empresa está muito perto de perder.



A ideia de que ele passe a namorar alguém perfeito aos olhos da imprensa surge, e porque se aventurar em encontros se você pode simplesmente ter um relacionamento de mentira, não é mesmo? Alguém educado e com boa reputação, tudo perfeito! Até perceber que só existe uma pessoa assim e essa pessoa jamais toparia algo do tipo, principalmente levando em consideração o fora que Luc levou dele... ou será que ele toparia?


Procura-se Um Namorado é um livro LGBTQIA+ de Alexis Hall que usa o cenário frio de Londres para nos contar uma história repleta de reflexões, namoro de mentira, uma única cama disponível, pessoas indo bater na porta alheia no meio da madrugada e personagens nada fáceis de se apegar.


Oliver, o namorado de mentira, é um advogado que usa palavras difíceis em conversas descontraídas e foi o meu personagem favorito por, apesar dos pesares, ser o mais realista e pé no chão do enredo inteiro. Luc é nosso narrador e, portanto, acompanhamos a história pelo seu ponto de vista, o que pode ser sufocante uma vez que existem infinitas questões acontecendo ao mesmo tempo em sua vida: um pai (horrível!) tentando (terrivelmente) se aproximar dele, um emprego sendo ameaçado por questões (literalmente) homofóbicas disfarçadas de "preocupação", Oliver (que dispensa mais explicações), e seus próprios pensamentos autodestrutivos.



⚠️ alerta para menção de vício em substâncias e alcoolismo, além da já mencionada homofobia.



thheeeee feeeeem (1).png