Por dentro da nova edição de Coraline

A Editora Intrínseca não estava brincando quando disse que acordou inspirada a lançar livro bonito.


A nova edição de Coraline foi oficialmente lançada no Brasil e conta com ilustrações do incrível Chris Riddell, que vem trabalhando com Neil Gaiman em inúmeros outros trabalhos voltados tanto para o público infantil, quanto para o jovem adulto, como A Bela e a Adormecida, Art Matters, e o próximo lançamento de ambos, Pirate Stew.


A história de Coraline você provavelmente já conhece. Coraline Jones é nova na cidade e por estar entediada, decide explorar todos os cantos possíveis de sua nova casa.


Em uma de suas explorações, ela descobre uma misteriosa porta que leva para outra "realidade", onde as coisas são idênticas a sua, menos as pessoas, que nesta nova realidade possuem botões nos olhos e são assustadoramente simpáticas.


Tudo é muito fácil de conquistar neste lugar, todos querem deixá-la feliz, até Coraline descobrir um mistério muito assustador por trás de toda a camada de simpatia.



O filme que adapta essa história é uma animação stop motion difícil de ser feita, e por isso até mesmo ao Oscar foi indicado, mas diferente do público do filme, o livro tem muito a oferecer aos adultos também.


Reflexões capazes de te tirar da zona de conforto e agora com ilustrações de traços mais leves, perdendo a forma antiga que muitos sentiam medo, a experiência de ler Coraline se tornou muito mais imersiva na nova edição da Intrínseca, com lombada personalizada e introdução recente nas mãos do próprio Gaiman.



A história em si já possui mais de 10 anos, mas continua sendo um marco na literatura e nos cinemas, possuindo relevância até hoje.


No vídeo da Melina Souza é possível ver mais sobre essa edição incrível



Não deixe de conferir a nova edição de Coraline e apreciar essa história que melhora a cada nova releitura!


"Quando você tem medo e faz mesmo assim, isso é coragem."


Compre a nova edição aqui.



nossa equipe tfp.png
  • YouTube
  • Twitter
  • Instagram

© 2020 por The Feminist Patronum.