Para maratonar: Eu Nunca

Estreia desta semana na Netflix, “Eu Nunca”, é uma série de comédia ótima para maratonar em poucas horas. A produção conta a história de uma adolescente americana filha de indianos, inspirada na infância da humorista, atriz e roteirista Mindy Kaling.


Divulgação Netflix

Devi, interpretada por Maitreyi Ramakrishnan, teve um ano complicado. O pai da protagonista morreu durante a apresentação filha na orquestra da escola. Na tentativa deixar todos os acontecimentos para trás, a jovem quer melhorar seu status social. Ao lado das amigas Eleonor (Ramona Young) e Fabíola (Lee Rodriguez), Devi cria estratégias para o plano de virar popular. Mas tudo vira um bola de neve e a jovem perde o controle da situação. Colocando sua amizade em risco e criando problemas em casa.


Como uma boa série adolescente, a produção tem triângulo amoroso que irá se desenrolar no decorrer dos episódios. Paxton Hall-Yoshida (Darren Barnet) e Ben Gross (Jaren Lewison) disputam quem o título de galã da história. Outro tema abordado é o casamento arranjado dos indianos, no qual os pais escolhem o marido da filha. Kamala é a prima mais velha de Devi, que faz doutorado em Caltech no EUA, e está prestes a conhecer seu pretendente.


Divulgação Netflix

Eu Nunca tem no elenco pessoas de diferentes etnias e condições, além de falar sobre crenças e aceitação da sexualidade. A melhor coisa de assistir uma produção é se sentir representada pelo personagem.


Como toda adolescente que gosta de assistir filmes e séries, Devi - protagonista - cita séries já conhecidas, como Riverdale e Grey's Anatomy. Além de citar grandes nomes da música, a atriz Pryanka Chopra é referida por ter realizado o sonhos de todas as jovens, casou-se com Nick Jonas.


Prepare o lencinho, a série é cheia de momentos engraçados, mas quando tem cenas de emoção é impossível não chorar. E se você é do time que gosta de episódios curtos, essa série é para você.


Eu Nunca têm apenas 10 episódios de aproximadamente 25min e está disponível na Netflix desde o dia 27 de abril.



  • YouTube
  • Twitter
  • Instagram

© 2020 por The Feminist Patronum.