the feminst patronum logo

Papai é Pop | Comédia Romântica com Lázaro Ramos e Paolla Oliveira é leve e emocionante

Lázaro Ramos estreia em filme sobre paternidade ao lado de Paolla Oliveira, produzido pela Galeria distribuidora e Pródigo, a comédia romântica conta a vida do casal Tom e Elisa, e as mudanças bruscas que cuidar de um filho traz. O filme foi inspirado no livro do mesmo nome escrito por Marcos Piangers.



Papai é Pop é emocionante e encantador, aborda o tão temido tema pelos homens: o próprio trauma paterno e seu impacto na sua própria formação como pai (e marido). De maneira leve, poderosa e eficaz, a trama faz Tom se abrir, se conhecer, se entender e se perdoar. Encarando o seu passado para construir um futuro, é uma linguagem com um grande potencial de se conectar com pais brasileiros.


Porém, o filme não esquece da mãe em nenhum momento. Paolla Oliveira dá seu corpo e alma para a atuação incrível como mulher, mãe e trabalhadora. Ela tem um papel importantíssimo e zelado.


Já Gladys, mãe de Tom interpretada por Elisa Lucinda, é a alma dessa história. Mãe solteira, criou Tom sozinha. Ela guiou seu filho, lhes dando as ferramentas, nem sempre as respostas, lhe tratando com amor e apoio, dando broncas sinceras quando preciso. Gladys também tem um grande papel na vida de Elisa, sua querida sogra que lhe ajuda e aconselha sempre, às vezes até mais que a própria mãe de Elisa. Gladys não só é o pai e mãe de Tom, mas também do filme em si.


Papai é Pop estampa o desespero das descobertas, o medo da falha iminente e a beleza infinita de ser pai e mãe. Dirigido por Caíto Ortiz, com participação de Leandro Ramos e Dadá Coelho, Papai é Pop já está disponível nos cinemas de todo o Brasil.





thheeeee feeeeem (1).png