Dois Irmãos: uma lição de vida atemporal | Crítica

Com a medida perfeita de drama e emoção, Dois Irmãos – Uma Jornada Fantástica entrega o que promete, uma jornada fantástica.


Dois Irmãos - Divulgação: Disney Brasil

A história acompanha Ian, um elfo adolescente que tem como maior sonho poder ser como seu pai, o qual nunca conheceu pois o mesmo faleceu pouco antes de seu nascimento. Ian tem o pai como seu grande herói, um verdadeiro exemplo para tudo na vida.


Diferente de seu irmão mais velho Barley, grande, forte, inocente e muito sonhador, que acredita piamente nos antigos costumes e pelo uso da magia, Ian é o que diríamos ser o típico nerd da turma, estudioso, prático, educado, bondoso, o que sempre segue as regras ao pé da letra. Em seu aniversário, ele ganha um misterioso presente do passado de seu pai, e com isso, ele e o irmão têm a chance de revê-lo por um dia, o que os leva para uma jornada cheia de perigos e aventuras.


Dois Irmãos - Divulgação: DIsney Brasil

Com várias referências a jogos de RPG, o filme cria um ambiente bastante juvenil, onde vemos os conflitos da adolescência como criar novas amizades, encarar responsabilidades e acreditar mais em si mesmo.


Mesmo agora entrando em uma nova era, ainda vemos boa parte da marca registrada da Pixar, com narrativas familiares clichês e intimistas, que cria um ambiente equilibrado com momentos extremamente tocantes e cômicos ao mesmo tempo. Apesar de ser um universo "fantástico", vemos que o diretor Dan Scanlon explorou muito de suas experiências pessoais, o que ficou uma jogada perfeita para que o público seja tocado de uma maneira bastante íntima.


O filme trás uma animação impecável, mantendo intacto o legado de seu antecessor (Toy Story 4) em quesitos de qualidade e criatividade. Mas como tudo tem o seu lado negativo, Dois Irmãos peca em explorar o universo mágico e outros personagens secundários que poderiam agregar mais a história, eles têm um curto tempo de tela onde de uma hora pra outra tudo acontece, desde seu surgimento, até seus dramas e desenvolvimento.



Por fim, "Dois Irmãos - Uma Jornada Fantástica" (Onward) inicia a nova era da Pixar com o pé direito, nos entregando uma história de puro aprendizado e aventura. O filme chega nos cinemas dia 05 de março.


nossa equipe tfp.png
  • YouTube
  • Twitter
  • Instagram

© 2020 por The Feminist Patronum.