the feminst patronum logo

Mulheres poderosas e a sua ligação com Frankstein

Recentemente, a Editora Darkside trouxe para o Brasil duas obras perfeitas para a coleção do fã de Frankenstein, Mulheres Extraordinárias e Ela & O Monstro possuem muito em comum ao mesmo tempo que difere em vários aspectos.

Enquanto um narra aos mínimos detalhes biográficos a história de uma mãe e uma filha que mudaram o mundo com suas histórias e deram o primeiro passo para abrir portas para as próximas mulheres da literatura, o outro ilustra de forma rápida e bela como nasceu a icônica história de Frankenstein.


👉 Ela & O Monstro é uma versão ilustrada mais especificamente sobre como, quando e onde Mary Shelley obteve a inspiração para escrever a história que a tornaria a primeira grande autora da ficção científica.


Nessa edição livre para todas as idades e belíssima ao ponto de emocionar com as poucas páginas que tem, Linda Bailey transcreve a história enquanto Julia Sardà dá vida com seus traços sobre uma fatídica aposta feita entre cinco pessoas presas em um castelo que deu origem ao conto que abriu portas e é referência até os tempos atuais, escrita por uma garota de 18 anos que preferiu publicar sua obra usando um nome masculino para ter uma chance real na época.


"Tudo começou com uma garota chamada Mary. Ela gostava de sonhar e imaginar. E ela se tornou tão grande quanto sua criação."

👉 Shelley pode ser a responsável por Frankenstein, mas é de sua mãe, Mary Wollstonecraft, de quem ela herdou a paixão por sonhar e criar histórias. Elas viveram juntas por apenas 11 dias, mas essa conexão entre mãe e filha transcendeu o mundo real, como narrado aos mínimos detalhes em Mulheres Extraordinárias.


"Nenhuma delas chegou a presenciar a realização dos ideais que defendiam, mas ambas deixaram como legado as marcas da resistência feminina em tudo que escreveram