Modelos Brasileiras Para se Inspirar

A vida nas passarelas pode ser cansativa e exigir muito da profissional. Ter um certo padrão corporal, um padrão alimentar e um certo comportamento dentro e fora das passarelas, são conceitos que o mundo da moda tem desfeito cada vez mais, e hoje, surgem mais modelos fora dos conceitos de “beleza ideal” -como se fosse um padrão a ser seguido- e que propagam cada vez mais o amor próprio, e o sentir-se bem independente de qualquer regra que tenha sido estabelecida para ingressar no mundo da moda.

Para nos servir então como inspiração, listamos algumas delas para vocês conhecerem:


Flúvia Lacerda (@fluvialacerda)


A modelo plus size e carioca de 40 anos, está no mercado internacional há 15 anos, e afirma que ainda escuta alguns comentários de fotógrafos “que a subestimam por ser gorda”. Sendo a primeira modelo plus size a estampar a capa da playboy, critica os padrões de beleza e a rígida dieta que pode levar uma modelo a ficar “feia” se exagerar.

“Feia para quem? Quem eu tenho que agradar, gente?”

Em seu livro lançado em 2017 : “Gorda não é palavrão : como ser feliz gostando do seu corpo como ele é”, Flúvia encoraja mulheres a questionarem a falta de de representatividade de tamanhos na moda e na mídia como um todo.



Mahany Pery (@mahanypery)


A modelo caiu nos palcos “de paraquedas”, quando tinha apenas 16 anos, e admitiu

que nunca havia pensado em trabalhar nesse ramo.

Vinda de família humilde do Rio deJaneiro, nunca imaginou que tudo pudesse acontecer tão rápido em sua carreira, tanto que após de 2 meses que foi descoberta, já estava modelando para a Vogue. Hoje, com 18 anos, e um contrato com a Maybelline, Mahany já teve passou por sua primeira temporada internacional em Nova York. É recordista de desfiles da SPFW e

com trabalhos para a grife internacional Osklen.



Samira Carvalho (@samiracarvalho)

Atua no meio da moda desde seus 14 anos, começando em 2004 sua carreira como

modelo, em São Paulo, após vencer um concurso da revista “Raça”. Atualmente, com 30 anos, Samira também trabalha como atriz e já participou da novela “Segundo Sol” e do filme “Tungstênio”, do diretor Heitor Dhalia. Já em sua estreia em uma temporada em Nova York, Samira abriu e fechou o desfile de Diane Von Furstenberg.



Laís Ribeiro (@laisribeiro)

A modelo, nascida no Piauí, foi descoberta por uma agência de modelos em

Teresina. Deu seus primeiros passos em 2009, na Piauí Fashion Week, e foi

anunciada como uma das Angels da Victória Secrets em 2015.

Mesmo sendo mãe muito jovem, nunca pensou em abandonar sua carreira e hoje em dia, acumula trabalho para várias revistas -incluindo a Harper’s Bazaar e L’ Officiel- além de

outras campanhas, publicações e desfiles para grifes famosas como Chanel, Gucci

e Marc Jacobs.




nossa equipe tfp.png
  • YouTube
  • Twitter
  • Instagram

© 2020 por The Feminist Patronum.