the feminst patronum logo

Loki se assume bissexual

Durante o episódio 3 da série "Loki", da Disney+, o príncipe de Asgard se assumiu bissexual no meio de uma conversa com Sylvie. Isso pegou muita gente surpresa e movimentou as redes sociais na última semana.

Recentemente, foi confirmado que Loki também é gênero-fluído.

loki e sylvie
©Disney Studios 2021. All Rights Reserved.
“Você é um príncipe, deve haver uma candidata a princesa… Ou talvez outro príncipe”, “Um pouco dos dois. Suspeito que igual a você”, este diálogo esclareceu algo que muitos já suspeitavam.

Loki se tornou o primeiro protagonista LGBTQIA+ das séries e filmes Marvel, visto que, nos quadrinhos, isso já havia sido confirmado há algum tempo, nas HQs dos Jovens Vingadores, volume 2, edição 13.


A diretora da série usou seu Twitter para celebrar o diálogo e a orientação sexual do rei da mentira.


“A partir do momento em que entrei para a equipe de Loki, era muito importante para mim, para meu objetivo, reconhecer que Loki era bissexual. É uma parte de quem ele é e uma parte de quem eu sou também. Eu sei que este é um passo pequeno, mas eu estou feliz de dizer que isso aqui agora é canônico no MCU", comentou Kate Herron.


O mais interessante em todo contexto é que durante a cena, as luzes que rodeavam o cenário tinham as cores da bandeira bissexual: azul, rosa e roxo, o que também foi comentado pelos fãs nas redes sociais.


Parte da importância dessa revelação é a representatividade que Loki traz sendo bissexual, principalmente sendo em uma série mainstream de uma plataforma de streaming tão grande quanto a Disney+.


Um protagonista bissexual e gênero-fluido é um grande passo gigantesco.


Anteriormente, durante a série 'Falcão e o Soldado Invernal', foi questionado a sexualidade de Bucky Barnes, porém, nada foi confirmado. (Inclusive a narrativa foi usada como queerbaiting).


Nesta nova fase, tivemos a confirmação de que um dos personagens favoritos da MCU é bissexual.




<