the feminst patronum logo

‘Loki’: A verdade sobre a juíza Renslayer e a Senhorita Minutos

por Rachel Paige / traduzido por Cecília Ferreira


Durante todo o tempo, algo parecia estranho sobre a juíza Renslayer e a Srta. Minutos, duas mulheres (tá bom, uma mulher e um relógio de holograma que também está tecnicamente vivo) que estão no topo da cadeia alimentar da Autoridade de Variância Temporal. Mas o que exatamente parecia estranho? Renslayer parecia saber mais do que ela deixava transparecer, e a Srta. Minutos parecia estar pronta para dançar conforme a música. No entanto, acontece que este cenário é na verdade o inverso; a Srta. Minutos é quem tinha a posse de todas as informações e Renslayer apenas seguiu cegamente a AVT e a sua missão o tempo todo.

“Foi divertido começar com tudo sendo bem organizado. tudo muito preto e branco, para Renslayer,” Gugu Mbatha-Raw, que interpreta a juíza da TVA, disse à Marvel. “E então, quando a realidade dela começou a desmoronar, estávamos descobrindo tudo junto com ela... É muito para ela aceitar, e ela fica mais desesperada, e o preço a se pagar apenas se torna mais alto”.


Renslayer começou como caçadora da organização burocrática e trabalhou duro, subindo degrau por degrau até se tornar uma juíza. Mesmo que ela esteja em uma posição de poder, até mesmo ela não sabia que os Guardiões do Tempo não eram nada mais do que fantoches robóticos feitos por outra pessoa. Considerando que ela passou toda a sua vida trabalhando cegamente para a AVT para manter a Linha do Tempo Sagrada segura, essas revelações são muito impactantes para ela absorver.


Mas, apesar de tudo isso, ela ainda acredita que está certo estando do lado da AVT.


“A sua história de origem de vilã é muito complexa, ela tem seus próprios princípios e crenças que a impulsionam”, explica o roteirista principal Michael Waldron. “Ela não acredita que o que está fazendo é mau. Ela acredita que a missão é para um bem maior, e Renslayer provavelmente gostaria de nunca ter descoberto que os Guardiões do Tempo eram falsos e que eles simplesmente puderam continuar fingindo que eram reais para sempre”.

Tudo vem à tona, não apenas para Renslayer, mas para todos na AVT, quando um plano é traçado para ir ver Renslayer na Linha do Tempo Sagrada, como uma não variante. Esta revelação - liderada por Hunter B-15 - certamente levantou muito mais perguntas do que respostas. Percebendo o que está em jogo, Renslayer decide fugir.


“Ela é um bom soldado da AVT, apenas uma discípula da burocracia”, continua Waldron. “E então tudo é revelado ser uma mentira. Em vez de a estimular e a fazer questionar o propósito de sua vida, como aconteceu com Mobius, Renslayer quer permanecer no poder. Ela reage, mas sua reação é a raiva”.


“A ideia de que quase todo mundo na AVT é uma variante, e de que existem outras variantes da Renslayer em épocas diferentes, foi meio que alucinante para mim”, continua Mbatha-Raw. “Nós apenas cutucamos essa ideia no final da série. Mas você consegue perceber o quão épico o Multiverso é. As possibilidades são infinitas. Há muito potencial para o que está do outro lado desse Portal do Tempo. E, no final das contas, ela quer se vingar de quem quer que tenha montado esse circo”.


Quanto aos pensamentos que passam em sua cabeça enquanto ela desaparece para algum lugar desconhecido, "Ela está [pensando], ‘Paz. Tchau. Livre arbítrio!'”, Mbatha-Raw ri.


“Ela quer (encontrar) quem a cegou. Ela saiu em busca disso”, acrescenta Waldron. Mas e em relação ao destino dela? Waldron não disse nada. “Ela é uma ‘consumidora’ assustadora de se ter solta pelo Multiverso a fora. Então, vamos ver o que acontece".


Alguém que não abandonou seu posto tão rapidamente foi a Srta. Minutos. Quando chegamos ao Episódio 6, fica claro que ela participou do mistério sobre a AVT o tempo todo. Ela não está apenas passando informações limitadas para Renslayer, mas também está trabalhando diretamente com o homem por trás da cortina, Aquele que Permanece.


No início da série, a Srta. Minutos aparece como uma personagem divertida e animada que simplesmente oferece uma grande quantidade de informação expositiva. Mas o que um relógio de holograma que também está tecnicamente vivo deveria fazer depois daquilo? Embora a personagem seja certamente uma das novas favoritas dos fãs, ela também era amada pela equipe criativa de Loki, que tinha o desejo de a manter por perto durante toda a temporada. Então, por que não a colocar a par de tudo com o homem responsável por tudo isso?


“No início da escrita dos roteiros, todos estávamos definitivamente unidos nisso de: ‘Temos que manter esse relógio de holograma que também está tecnicamente vivo na história de alguma forma’”, disse a diretora Kate Herron à Marvel.


“Ela foi uma maneira muito divertida de trazer informações expositivas de maneira bastante encantadora”, acrescenta o roteirista principal Michael Waldron. “Há algo melodioso e meio que não-ameaçador sobre (o jeito que ela fala). Mas ainda sim, quando ela muda, e quando ela se torna má, de repente, ela se torna realmente assustadora”.


“Eventualmente, foi decidido que a Srta. Minutos deveria ser “aquele diabo no ombro que tentaria seduzir Loki e Sylvie”, acrescenta Herron. “Foi divertido ter a sensação de que há algo um pouco mais sinistro acontecendo naquele momento com ela. Sempre tivemos uma versão em que Loki e Sylvie ficavam a encontrando na Cidadela (diversas vezes). A uma certa altura, tivemos uma cena de luta com a Srta. Minutos na Cidadela; imaginamos todos os tipos de coisas (para ela)”.


Mas, ainda assim, não é realmente a Srta. Minutos que dá as cartas. É Aquele que Permanece, alguém com quem a Srta. Minutos manteve contato o tempo todo, sem o conhecimento de ninguém. Esse personagem grande e onipresente que apareceu no final, sempre esteve no roteiro, mas seu relacionamento mais profundo com a Srta. Minutos, na verdade, foi criado durante a pausa da produção da série, devido à pandemia”.


“Eu gostei da ideia (de que ele é) alguém que vive (sozinho)”, continua Herron. “De uma forma estranha, foi algo que meio que me conectou a ele, porque durante a quarentena, eu estava vivendo isolado por quatro meses, como se fosse um faroleiro. Eu estava editando a série e provavelmente me tornando um pouco estranho, apenas conversando com meu cachorro o tempo todo. E talvez seja assim (que ele Aquele que Permanece se sentia) com a Srta. Minutos. Talvez ele apenas (tivesse) a Srta. Minutos para conversar”.


Chegando para dar voz ao relógio laranja favorito de todos, temos Tara Strong, que tinha uma maneira incomum de gravar suas falas. Em vez de fazer tudo durante a pré-produção ou até mesmo na pós-produção, Strong assistiu aos episódios via chat de vídeo e gravou falas enquanto ela assistia e reagia em tempo real às coisas, muitas vezes fazendo uma dúzia de leituras de falas diferentes para cada linha de diálogo. Isso também ajudou todos a descobrirem o quão “ruim” a Srta. Minutos poderia ser.


“Foi muito divertido, porque eu não sabia que iríamos para lá”, explica Strong. “Então, inicialmente, (o personagem era uma) exposição. Ela era algo para se explicar o que acontece com atitude e um pouco de fofura, mesmo que coisas terríveis estejam acontecendo. E então você vê que ela realmente tem um papel nessa peça, você vê que ela realmente pode ser consciente e pode se preocupar com o que está acontecendo. Ela fica com raiva, sente emoções humanas reais, e então você começa a se perguntar: 'Meu Deus, quem é ela? E como ela tem acesso (a tanto conhecimento)? Como ela está lá no final (de tudo)? Como ela se relaciona com os Guardiões do Tempo?'”.


Strong se divertiu muito interpretando a Srta. Minutos, lentamente passando por sentimentos alegres e felizes e alcançando a absoluta fúria por Loki e Sylvie terem conseguido chegar na Cidadela no Fim dos Tempos. Descrevendo a relação da Srta. Minutos com Aquele que Permanece como o "protetor", Strong entende "o quão importante é o papel dela e o quão importante isso é para o universo. Qualquer movimento errado, e a própria vida poderia deixar de existir”.


“À medida que as camadas de personalidade do relógio são retiradas, fica mais intrigante quem ela realmente é”, continua Strong. "Foi muito divertido de interpretar ela com raiva depois de ter vindo de uma aura mais fofa e cautelosa sobre o quanto você sabe sobre ela, para finalmente deixar suas emoções saírem a ponto dela ficar furiosa por Loki ter bagunçado tanto a linha do tempo. Ela está tão zangada com isso. É muito divertido me abrir e me divertir com ela para chegar nesse próximo nível, em sua capacidade máxima”.


estelar tfp.png