Livros maravilhosos e sua autoras incríveis

Que tal expandir seus conhecimentos e desfrutar de um bom livro?


Realizamos uma seleção de alguns dos livros mais bem avaliados e que de fato serão um dinheiro muito bem gasto. Confira nossa lista de livros incríveis escritos por mulheres maravilhosas.


O Conto da Aia

Margareth Atwood

Nesse romance distópico, as mulheres são as vítimas preferenciais, anuladas por uma opressão sem precedentes de um estado totalitário. O livro foi a inspiração da famosa série estrelada por Elisabeth Moss. Leia.


Mulheres que correm com os lobos

Clarissa Pinkola


Clarissa descobriu a chave da sensação de impotência da mulher moderna. Seu livro, ficou durante um ano na lista de mais vendidos nos Estados Unidos. Leia.







Clube da luta feminista

Jessica Bennett


Manual de sobrevivência aborda tanto comportamentos externos (machismo) quanto internos (autossabotagem) que afligem a mulher moderna ― bem como o sistema que os perpetua. Leia.


Os homens explicam tudo pra mim

Rebecca Solnit


Debate o termo mansplaining, o fenômeno de homens assumirem que, independente do assunto, eles possuem mais conhecimento sobre o tema do que as mulheres. Por meio dos seus melhores textos feministas, ensaios irônicos, indignados, poéticos e irrequietos, as diferentes manifestações de violência contra a mulher, que vão desde silenciamento à agressão física, violência e morte. Leia.




Sejamos todos feministas

Chimamanda Ngozi Adichie



"A questão de gênero é importante em qualquer canto do mundo. É importante que comecemos a planejar e sonhar um mundo diferente. Um mundo mais justo. Um mundo de homens mais felizes e mulheres mais felizes, mais autênticos consigo mesmos. E é assim que devemos começar: precisamos criar nossas filhas de uma maneira diferente. Também precisamos criar nossos filhos de uma maneira diferente."


Esse livro é uma adaptação do discurso feito pela autora no TEDx Euston e foi musicado por Beyoncé


Quem tem medo do feminismo negro?

Djamila Ribeiro


Reúne um longo ensaio autobiográfico inédito e uma seleção de artigos publicados por Djamila Ribeiro no blog da revista Carta Capital , entre 2014 e 2017.No texto de abertura, a filósofa e militante recupera memórias de seus anos de infância e adolescência para discutir o que chama de “silenciamento”, processo de apagamento da personalidade por que passou e que é um dos muitos resultados perniciosos da discriminação. Leia.


Mulheres, raça e classe

Angela Davis

Um poderoso panorama histórico e crítico das imbricações entre a luta anticapitalista, a luta feminista, a luta antirracista e a luta antiescravagista, passando pelos dilemas contemporâneos da mulher. Leia.

Lute como uma garota

Laura Barcella e Fernanda Lopes


Reúne o perfil de figuras importantes da militância feminista, abrangendo das pioneiras do século XVIII às estrelas pop dos dias de hoje. Leia.



Moxie: Quando as garotas vão à luta

Jennifer Mathieu


Vivian Carter está cansada. Cansada da direção da escola, que nunca acha que os jogadores do time de futebol estão errados. Cansada das regras de vestuário machistas, do assédio nos corredores e dos comentários babacas dos caras durante a aula.Viv cria um fanzine feminista que distribui anonimamente para as colegas, criando uma revolução feminista nos corredores do colégio.


“Moxie arrasa. É doce, engraçado e brutal. Leia este livro e então se junte à luta.” – Amy Poehler. Leia.



Jane Eyre

Charlotte Bronte

Quebrando paradigmas e criticando a realidade vitoriana da época, Jane Eyre desafia o destino imposto às mulheres e as posições sociais que elas deveriam ocupar. Leia.


O Mito da beleza: como as imagens de beleza são usadas contra as mulheres

Naomi Wolf

Clássico que redefiniu nossa visão a respeito da relação entre beleza e identidade feminina. Um dos livros mais importantes da terceira onda feminista. Em O mito da beleza, a jornalista Naomi Wolf afirma que o culto à beleza e à juventude da mulher é estimulado pelo patriarcado e atua como mecanismo de controle social para evitar que sejam cumpridos os ideais feministas de emancipação intelectual, sexual e econômica conquistados a partir dos anos 1970. Leia.

Um teto todo seu

Virginia Woolf

Baseado em palestras proferidas por Virginia Woolf nas faculdades de Newham e Girton em 1928, o ensaio Um teto todo seu é uma reflexão acerca das condições sociais da mulher e a sua influência na produção literária feminina. A escritora pontua em que medida a posição que a mulher ocupa na sociedade acarreta dificuldades para a expressão livre de seu pensamento, para que essa expressão seja transformada em uma escrita sem sujeição e, finalmente, para que essa escrita seja recebida com consideração, em vez da indiferença comumente reservada à escrita feminina na época. Leia.


Mulherzinhas/Adoráveis Mulheres

Louisa May Alcott


É um romance moderno e atemporal, que, junto a outros, fez sua autora ser reconhecida como uma escritora que abordou questões feministas de forma leve e aberta. Leia.

Serviu de inspiração para várias adaptações cinematográficas, a mais atual é estrelada por Emma Watson.


O feminismo é para todo mundo

Bell Hooks


O feminismo sob a visão de uma das mais importantes feministas negras da atualidade. Eleita uma das principais intelectuais norte-americanas, e uma das 100 Pessoas Visionárias que Podem Mudar Sua Vida. Leia.


A cor púrpura

Alice Walker

O livro narra a comovente trajetória de uma mulher negra na racista América do início do século XX. A Cor Púrpura é um romance feminista sobre a força e dignidade do espírito humano. Leia.






  • YouTube
  • Twitter
  • Instagram

© 2020 por The Feminist Patronum.