Knives Out e os imigrantes

Recentemente, chegou aos cinemas o suspense "Entre Facas e Segredos", estrelado por Chris Evas, Ana de Armas e Daniel Craig, o filme tem vibes Agatha Christie e promete deixar o expectador bem intrigado durante a trama.

Divulgação: Paris Filmes

O grande suspense gira em torno da suspeita morte de um escritor famoso, que supostamente teria se suicidado após sua festa de aniversário. Conhecemos os membros de uma família rica, branca, americana e preconceituosa, descobrindo possíveis motivos para cada um cometer o horrendo crime. Também somos apresentados a Marta, a enfermeira que cuidava do escritor e vem de família latina e ilegal.


O filme certamente possui muitas críticas ao governo de Trump e a guerra contra os imigrantes. Em uma cena em particular vemos a família discutindo política e deixando claro sua opinião sobre os "não-americanos que aparecem no país para roubar os empregos daqueles que realmente merecem'', certa hora até chamam Marta para participar da conversa, deixando a enfermeira extremamente constrangida.


Por que os empregadores insistem em chamar seus empregados de "família", quando na primeira oportunidade os apunhalam pelas costas? Um exemplo incrível do que estou tentando falar é o filme brasileiro "Que horas ela volta?'', que retrata o ambiente de uma empregada doméstica em São Paulo. Voltando o foco para "Entre Facas e Segredos'', vemos inúmeras cenas da família tentando persuadir Marta a colaborarem com eles, e ressaltando a frase "você também faz parte da família", enquanto nenhum deles realmente sabia sobre sua origem, ou realmente se preocupavam como a jovem enfermeira estava.

Divulgação: Paris Filmes

O plot final do filme é um grande tapa na cara dos conservadores, deixando o filme incrível e digno de ser assistido no cinema.


Falo com tranquilidade, esse é o melhor filme da carreira do Chris Evans. Para quem acompanha o ator nas redes sociais, sabe como ele é engajado em política e em lutar por direitos das minorias. Seu papel é o completo oposto, o que deixa ainda mais fascinante.


Há realmente muitos paralelos e metáforas para serem analisados no filme, a questão da imigração é apenas uma delas.


Dirigido e escrito por Rian Johnson, ''Entre Facas e Segredos'' já está nos cinemas.


nossa equipe tfp.png
  • YouTube
  • Twitter
  • Instagram

© 2019 por The Feminist Patronum.