the feminst patronum logo

Isso que a gente chama de amor

Nessa comédia romântica mais doce que açúcar acompanhamos Desi, que está no último ano do ensino médio, é uma completa nerd, e está decidida que irá cursar medicina em Stanford.

resenha isso que a gente chama de amor livro editora seguinte

Desi nunca se deu muito bem no amor, seus contatos com garotos sempre resultavam em crail (crush + fail), mas isso nunca lhe incomodou muito pois sempre estava muito ocupada estudando ou realizando dez mil atividades extra curriculares para se sair bem na entrevista da faculdade dos sonhos.


Sempre apoiada por seu pai, que ama k-dramas (doramas), Desi se esforçava ao máximo para ser uma boa filha e seguir os exemplos da falecida mãe, que era uma médica.


Como um grande acaso, Desi conhece Luca, o menino dos sonhos. Claro que algum fail iria acontecer entre os dois.


Decidida em superar o fail e conquistar Luca, Desi decide criar o plano infalível baseado nos roteiros dos doramas assistidos por seu pai.


Escrito por Maurene Goo (Um Lugar Só Nosso) o livro tem uma dinâmica incrível, sendo quase impossível de parar a leitura, nem que seja para ir ao banheiro. Você ri, chora, e se apaixona por cada personagem nessas 300 páginas.


Repleto de referências em coisas que amamos, como Crepúsculo e Taylor Swift, o livro é muito atual, deixando a experiência ainda mais incrível.


Acompanhamos uma família coreana vivendo nos Estados Unidos, e isso fica nítido com alguns costumes, algo que é incrível de se acompanhar, já que é super difícil encontrar representatividade asiática.


É preciso conhecer e acompanhar doramas para poder se envolver na trama? Claro que não! Mas você provavelmente vai terminar o livro e correr para a Netflix em busca dos famosos k-dramas.


Gostei muito da leitura e recomendo para todos que estejam dispostos a conquistarem o amor da sua vida, nem que seja utilizando um mega plano infalível!



estelar tfp.png