Quem é Greta Thunberg?

Até as últimas semanas, nem você, nem as pessoas do seu ciclo mais próximo devem ter ouvido falar de Greta Thunberg. Porém, algo mudou isso: quando o presidente Jair Bolsonaro a chamou de pirralha. O fato se tornou extremamente popular, e inclusive, a própria mudou sua bio do twitter para o apelido "carinhoso" atribuído por Bolsonaro.


Mas quem é realmente Greta?


Greta Ernman Thunberg é uma ativista ambiental sueca que possui 16 anos, filha de um ator e uma cantora de ópera. Foi diagnosticada com síndrome de Aspenger, TDAH, transtorno obsessivo- compulsivo e mutismo seletivo, mas apesar de seus diagnósticos, diz que "ser diferente é um superpoder". Além de ativista ambiental, é vegetariana e luta pelos direitos dos animais.


Greta sempre foi muito ligada às causas ambientais, e quando possuía apenas 8 anos, revelou ficar assustada com a falta de ação dos adultos em relação ao Aquecimento Global. Sua preocupação era tanta, que seu temor em relação ao meio ambiente foi um dos principais fatores para um período depressivo de sua vida. Depois de muitas pesquisas sobre as condições climáticas do planeta, em agosto de 2018, deixou de ir para a escola nas sextas-feiras para protestar em frente ao prédio do Parlamento sueco. O ato se repetiu durante um ano, sozinha.

Foto: Reprodução/Instagram

Entretanto, seus atos solitários não duraram muito tempo. O ato de Thunberg rapidamente inspirou outros jovens ao redor do mundo a aderirem ao movimento, conhecido como Fridays For Future. Essa mobilização gerou a primeira greve global no dia 15 de março de 2019, onde diversos estudantes foram às ruas protestar, inclusive no Brasil.

Em setembro, Greta participou da Conferência do Clima da ONU, em Nova York, e cruzou o Atlântico em um veleiro oferecido pelo príncipe Pierre Casiraghi, filho da princesa Caroline de Mônaco, que colocou a sua disposição o "Malizia II", uma embarcação com zero emissão de carbono, já que ela não viaja de avião para não contribuir com a emissão de gases poluentes. Durante a Cúpula do Clima, Greta falou a 60 países e os culpou por não fazerem nada para reduzir a emissão de gases do efeito estufa.


Em sua última aparição, dia 11 de dezembro de 2019, na COP25, Greta acusou líderes políticos e empresários "de preferirem cuidar de suas próprias imagens a tomar medidas agressivas na luta contra as mudanças climáticas. Ela apontou para as ambiciosas metas de redução de emissões chamando-as de "enganação" e disse que "nada está sendo feito" para evitar uma catástrofe climática" (G1).

Foto: Cristina Quicler/AFP

Com apenas 16 anos, Greta já foi indicada ao Prêmio Nobel da Paz. ganhou diversos prêmios relacionados ao ativismo ambiental, eleita uma das 100 pessoas mais influentes de 2019 pela Revista Time e nomeada como a Pessoa do Ano pela mesma revista. De fato, Greta nasceu para ser uma líder das próximas gerações, e sabemos que o mundo pode ser um lugar muito melhor com ela.




nossa equipe tfp.png
  • YouTube
  • Twitter
  • Instagram

© 2020 por The Feminist Patronum.