Filmes dirigidos por mulheres para prestigiar em 2019

De acordo com uma campanha feita pelo Guerrilla Girls - grupo de artistas feministas, baseado em Nova York, que busca combater o sexismo no meio artístico - e o Center For The Study Of Women In Television & Film, em 2018, as mulheres representavam apenas 4% dos diretores dos 100 filmes com maior bilheteria e 15% nos 500 principais filmes.

No Brasil, a ANCINE divulgou uma pesquisa que além de revelar a pequena representação feminina nas salas de cinema, também revela questões raciais atreladas a ela. Com base nos 142 longas-metragens brasileiros lançados comercialmente no ano de 2016, homens brancos assinaram a direção de 75,4%. No mesmo sentido, as mulheres brancas assinaram a direção de 19,7% dos filmes ao passo que nenhum foi dirigido ou sequer roteirizado por uma mulher negra. Na realidade, o segundo longa dirigido por uma mulher negra e exibido comercialmente na história do país foi lançado nas salas em 2018, o documentário ‘O Caso do Homem Errado’ de Camila de Moraes.


É ilusório pensar que de uma hora para outra vamos mudar essa estrutura, há um longo caminho a ser percorrido, principalmente no que diz respeito a mulheres que fazem parte de minorias. Existem diversos motivos que contribuem para a manutenção desse quadro. Contudo, é fato que como apreciadores e consumidores, nós temos o poder de valorizar os trabalhos feitos por essas mulheres, elas estão por aí fazendo filmes e temos o dever de fazê-los serem vistos, seja comprando ingressos ou trazendo eles à luz numa conversa ou num tweet, que seja.


Por esse motivo, preparamos uma lista com filmes dirigidos por mulheres que foram, estão ou serão exibidos ainda em 2019. Aproveite!



'A Costureira de Sonhos' de Rohena Gera



Ratna (Tillotama Shome) é uma jovem viúva de Mumbai, que cruza seu destino com Ashwin (Vivek Gomber), um homem rico - mas sem perspectivas - para o qual trabalha. Apesar das dificuldades (reforçadas pelo sistema de castas na Índia) que se apresentam à ela, a jovem vive e luta pela realização de seu sonho: se tornar uma estilista.


O longa foi lançado dia 23 de maio desse ano e ainda está em alguns cinemas do país.




'Booksmart' de Olivia Wilde


Divulgação: Imagem Filmes

Amy (Kaitlyn Dever) e Molly (Beanie Feldstein) dão vida a duas adolescentes que dedicaram todo o período do ensino médio a somente estudar para passarem em boas universidades. Quando finalmente chega a hora de dizer adeus ao colégio e a tudo que ele representa, as duas percebem que poderiam ter se divertido mais, como as outras pessoas da escola. Arrependidas, elas tentam recuperar o tempo perdido em uma noite.


O lançamento está previsto para o dia 13 junho de 2019 nos cinemas brasileiros.




'O Sol Também é uma Estrela' de Ry Russo-Young


Divulgação: © Warner Bros. Entertainment Inc.

Outra adaptação de uma obra literária para o cinema, ‘O Sol também é uma estrela’ é um romance que conta a história de Natasha e de Daniel, dois jovens de famílias de imigrantes - ele, descendente de coreanos e ela natural da Jamaica, cuja família será deportada -, que foram para os Estados Unidos em busca do sonho americano.

Os dois se encontram pela primeira vez em uma rua movimentada de Nova York. Detentor de muita fé, Daniel tenta convencer a cética Natasha que terem se conhecido foi obra do destino.

Apesar de ser um romance, o longa trata de uma questão mega atual: a realidade social dos imigrantes nos Estados Unidos de Donald Trump. Além disso, é super importante a representação de um casal interracial no cinema.


No Brasil, o filme foi lançado dia 19 de maio desse ano e ainda está disponível em algumas salas de exibição. (Confira nossa crítica aqui)



'Mormaço' de Marina Meliandre


Divulgação: Vitrine Filmes

Ana (Marina Provenzzano) é uma jovem advogada que trabalha na Vila Autródomo, uma comunidade da Zona Oeste do Rio de Janeiro, cujos moradores passam por um processo cruel de despejo devido às obras das Olimpíadas no Rio de Janeiro. Enquanto isso, Ana se depara com o progresso de uma doença misteriosa.

O longa, dirigido por Marina Meliandra, dialoga com e promove um debate importantíssimo acerca da outra face do “legado olímpico” - marcado por políticas higienização social - que as autoridades e os órgãos governamentais não tocam.


Lançado na primeira semana de maio, o longa ainda se encontra nos cinemas brasileiros.




'Miss Bala' de Catherine Hardwicke


Distribuição: © 2019 Sony Pictures Digital Inc.

Laura (Gina Rodriguez) é uma jovem americana de Los Angeles, que acabou de ganhar um concurso de beleza. Após a morte de seus pais, Suzu (Cristina Rodlo) representa sua única família em Tijuana, cidade situada na fronteira EUA-MX, onde mora. Numa região conhecida mundialmente por ser dominada pelo crime organizado, Laura termina presenciando e tendo sua vida mudada por uma chacina, durante a qual sua melhor amiga desaparece.


Foi lançado nos cinemas em abril de 2019.




'Retrato de uma Dama em Chamas' de Celine Sciamma


Divulgação: Arte France Cinéma

No final do século 18, Marianne (Noémie Merlant) é uma jovem pintora que tem o dever de pintar secretamente um retrato de Héloïse (Adèle Haenel) que será usado para uma proposta de casamento. Para pintá-lo, Marianne se aproxima cada vez mais de sua modelo e as duas acabam por nutrir um sentimento pela outra.

Com direção da prestigiada Celine Sciamma (Tomboy), o drama francês recentemente competiu por um dos prêmios mais importantes do Festival de Cannes: o Palme D’or. Além de levar Best Screenplay, também se tornou o primeiro filme dirigido por uma mulher a ganhar o Queer Palm no festival.


Tem lançamento previsto para setembro desse ano na França.




'Little Women' de Greta Gerwig



Mulherzinhas (Little Women) da vencedora do Oscar Greta Gerwig, é a oitava adaptação do romance estadunidense de 1868, escrito por Louisa May Alcott. Narrado por Josephine, a narrativa é focada na história das irmãs March, quatro adolescentes criadas pela mãe e uma criada. Um livro sobre mulheres, a obra foi extremamente importante na época em que foi lançada, fomentando discussões e quebras de estereótipos femininos.

Saoirse Ronan, Emma Watson, Florence Pugh e Eliza Scanlen interpretarão as irmãs March. O elenco também conta com Meryl Streep e Timotee Chalamet.


Lançamento previsto para dezembro desse ano.


'The Kitchen' de Andrea Berloff



The Kitchen é um drama policial que se passa na Nova York da década de 70. Três mulheres, interpretadas por Melissa McCarthy, Tiffany Haddish e Elizabeth Moss, motivadas pelo desejo de proteger os negócios criminosos de suas famílias, substituem os postos de seus maridos mafiosos em Hell’s Kitchen, após eles serem pegos.

Dirigido pela co-escritora de Straight Outta Compton, pelo qual foi indicada ao Oscar de Melhor Roteiro Original, marca a estréia de Andrea Berloff como diretora.


Lançamento previsto para o mês de agosto em 2019, ainda não foi divulgado um trailer oficial.





nossa equipe tfp.png
  • YouTube
  • Twitter
  • Instagram

© 2020 por The Feminist Patronum.