the feminst patronum logo

Filmes dirigidos por mulheres para prestigiar em 2019

De acordo com uma campanha feita pelo Guerrilla Girls - grupo de artistas feministas, baseado em Nova York, que busca combater o sexismo no meio artístico - e o Center For The Study Of Women In Television & Film, em 2018, as mulheres representavam apenas 4% dos diretores dos 100 filmes com maior bilheteria e 15% nos 500 principais filmes.

No Brasil, a ANCINE divulgou uma pesquisa que além de revelar a pequena representação feminina nas salas de cinema, também revela questões raciais atreladas a ela. Com base nos 142 longas-metragens brasileiros lançados comercialmente no ano de 2016, homens brancos assinaram a direção de 75,4%. No mesmo sentido, as mulheres brancas assinaram a direção de 19,7% dos filmes ao passo que nenhum foi dirigido ou sequer roteirizado por uma mulher negra. Na realidade, o segundo longa dirigido por uma mulher negra e exibido comercialmente na história do país foi lançado nas salas em 2018, o documentário ‘O Caso do Homem Errado’ de Camila de Moraes.


É ilusório pensar que de uma hora para outra vamos mudar essa estrutura, há um longo caminho a ser percorrido, principalmente no que diz respeito a mulheres que fazem parte de minorias. Existem diversos motivos que contribuem para a manutenção desse quadro. Contudo, é fato que como apreciadores e consumidores, nós temos o poder de valorizar os trabalhos feitos por essas mulheres, elas estão por aí fazendo filmes e temos o dever de fazê-los serem vistos, seja comprando ingressos ou trazendo eles à luz numa conversa ou num tweet, que seja.


Por esse motivo, preparamos uma lista com filmes dirigidos por mulheres que foram, estão ou serão exibidos ainda em 2019. Aproveite!



'A Costureira de Sonhos' de Rohena Gera



Ratna (Tillotama Shome) é uma jovem viúva de Mumbai, que cruza seu destino com Ashwin (Vivek Gomber), um homem rico - mas sem perspectivas - para o qual trabalha. Apesar das dificuldades (reforçadas pelo sistema de castas na Índia) que se apresentam à ela, a jovem vive e luta pela realização de seu sonho: se tornar uma estilista.


O longa foi lançado dia 23 de maio desse ano e ainda está em alguns cinemas do país.