the feminst patronum logo

Fate: A Winx Saga é uma das piores adaptações já produzidas

Sabe aquela sensação de assistir o primeiro episódio de uma série e pensar "não tem como ficar pior", pois é, nesse caso tem.

Se tratando de Winx, tenho certeza que foi um desenho memorável na infância de muitas pessoas, e que todos estavam empolgados para conferir a série live-action da Netflix, mesmo que pelo trailer e pelas imagens divulgadas já era possível perceber que não seria nada fiel ao desenho, não que isso seja um problema.


Quando pensamos em adaptações para live-action já é de se esperar que nada será muito fiel, e ainda bem, porque se eu quisesse ver algo igual, ficaria só com o desenho, mas no caso de Winx o problema é muito maior. Sim, estou falando sobre whitewashing.


Vamos lá, o que é whitewashing? É quando um personagem negro, indígena ou asiático é interpretado por uma pessoa branca. Falando assim pode parecer muito absurdo que algo assim aconteça, mas é muito mais comum do que comentado.

Além do whitewashing, que já é algo imperdoável, a série trata Aisha, a única mulher negra da trama, como alguém 100% substituível e sem desenvolvimento, servindo apenas como pilar de apoio para Bloom. As outras personagens são minimamente desenvolvidas, mas mesmo assim é quase impossível criar alguma empatia por elas, seja pelas péssimas atuações, ou pelo roteiro mal feito.


Falando de péssimas atuações, quem me dera se somente um ou dois atores fossem ruins, mas aparentemente a Netflix resolveu escolher o pior cast possível.


Com o péssimo cast, efeitos deploráveis e um roteiro de dar dó, não há simplesmente nada que seja capaz de salvar a série, que é péssima do início ao fim.



estelar tfp.png