Dica de série: Pequenos Incêndios Por Toda Parte

Estrelada por Reese Witherspoon (Legalmente Loira) e Kerry Washington (Scandal), dois grandes nomes de Hollywood, a mini série também é produzida pelas atrizes e o streaming Hulu. No Brasil a série veio pelo streaming da Prime Vídeo.

Baseado no romance homônimo de Celeste Ng, a história gira em torno de duas protagonistas: uma delas é a socialite Elena Richardson (Witherspoon) que acaba cruzando com uma misteriosa mãe solteira e artista chamada Mia Warren (Washington).


De um lado, Elena é uma poderosa e centrada mulher extremamente controladora que não aceita ser desafiada e sente que seu mundo irá desmoronar quando confrontada por um obstáculo intransponível, sua filha Izzy.


Do outro lado, encontramos Mia morando um carro com a sua filha, Pearl. O conflito começa quando Mia vai procurar uma casa temporária e é atendida pela socialite Elena. A partir disso a série consegue construir momentos de tensão e intriga.



Ambientada em Shaker Heights, um bairro meticulosamente planejado onde tudo beira a perfeição, a história abre com um incêndio que tomou conta da casa dos Richardson. A partir daí voltamos ao passado para entender como surgiram as primeiras faíscas que desestabilizaram a região.


Apesar de Shaker Heights se orgulhar de ser uma das primeiras comunidades integradas racialmente, microagressões direcionadas aos personagens negros ocorrem em todos os episódios, e Mia sabe que não é completamente bem-vinda no bairro de predominância branca.


Algo a se destacar é que na trama não temos "mocinhas", ou seja, é muito provável que você não sinta simpatia por nenhuma das personagens. O que é algo complexo de se construir em uma narrativa.


muitas mulheres envolvidas na produção da série. Reese Witherspon conheceu o livro através do seu clube do livro que mantém no instagram, e a partir disso, comprou os direitos com sua produtora, a Hello Sunshine, responsável por Big Little Lies.



nossa equipe tfp.png
  • YouTube
  • Twitter
  • Instagram

© 2020 por The Feminist Patronum.