Dica de filme: A Gente se Vê Ontem

Devidos aos protestos contra a morte de George Floyd, assassinado por um policial branco nos Estados Unidos, nossa indicação é o longa de ficção científica produzido pelo vencedor do Oscar, Spike Lee.


Em 'A Gente Se Vê Ontem', dois jovens tentam dominar a viagem no tempo, mas um trágico assassinato coloca a dupla em uma série de situações perigosas no passado.


O filme conta a história da C.J. (Eden Duncan-Smith), uma jovem negra que com a ajuda de seu amigo Sebastian (Danté Crichlow), cria uma máquina do tempo caseira para impedir que seu irmão seja assassinado por policiais.


Dirigido pelo Stefon Bristol, a trama acompanha os dois melhores amigos aproveitando a feira de ciências do ensino médio para criar a própria máquina do tempo, que seria a chave de entrada para uma universidade renomada.


A trama do deslocamento espaço-temporal esta alinhada aos preconceitos sofridos por negros nos EUA. Quando Calvin (Brian Bradley) volta de uma festa, ele é confundido por um policial branco e é morto.


Para tentar impedir que a injustiça continue, eles decidem voltar ao passado, querendo evitar a morte do irmão de C.J. diante da violência policial. No entanto, o conflito se torna uma bola de neve entre protestos contra a morte do jovem.


Em cada loop, cada viagem pro passado, C.J, tenta ajudar o irmão, não importa quantas vezes fracasse, sendo uma metáfora para as pessoas que lutam contra o sistema profundamente racista.


Em todas as vezes, C.J. e Sebastian tentam influenciar as decisões dos policiais brancos, para que eles não puxem o gatilho, em referência aos ativistas que tentam diariamente evitar que esses preconceitos se perpetuem.


O filme está disponível na Netflix.



nossa equipe tfp.png
  • YouTube
  • Twitter
  • Instagram

© 2020 por The Feminist Patronum.