• YouTube
  • Twitter
  • Instagram

© 2019 por The Feminist Patronum.

Desafio Leia Mulheres: Março 2020

Vocês já começaram a leitura da categoria de março do #DesafioLeiaMulheres2020? Seguindo a terceira proposta do #leiamulheres, nós selecionamos alguns livros de poesia para te ajudar na escolha deste mês:


"A Princesa Salva A Si Mesma Nesse Livro"

Amanda Lovelace

Divulgação: Editora Leya

Como em um conto de fadas do século XXI, a autora fala em seus versos sobre de amor, empoderamento, resiliência e sobretudo, a possibilidade de nós escrevermos nossos próprios finais felizes. Leia.


“A Bruxa Não Vai Para Fogueira Nesse Livro”

Amanda Lovelace

Divulgação: Editora Leya

Resgatando a imagem ancestral da figura feminina naturalmente poderosa, independente e indestrutível, ela conclama a união das mulheres contra as mais variadas formas de violência e opressão. Leia.


“A Voz Da Sereia Volta Nesse Livro”

Amanda Lovelace

A sereia é conhecida por seu canto mágico capaz de atrair marinheiros para a morte. Deixando para trás esses mitos equivocados, Lovelace mostra que mesmo tentando silenciá-la, a voz não vai embora. Assista o vídeo da Melina Sousa falando sobre esse livro. Compre por aqui.


“A Poeta X”

Elizabeth Acevedo

Desde que seu corpo ganhou curvas, Xiomara Batista aprendeu a deixar seus punhos preparados e transformou sua raiva em palavras para expressar suas próprias crenças em uma poesia intensa. Compre aqui.


“Querem Nos Calar: Poemas Para Serem Lidos Em Voz Alta”

Mel Duarte

Divulgação: Planeta Livros

“As nossas falas de mulheres e notadamente a das mulheres negras podem ser agregadas como refrão às vozes desta antologia” - Conceição Evaristo

Compre aqui.


“Jamais Peça Desculpas Por Me Derramar”

Ryane Leão

Foto por livratario

“há algo que resiste por entre os escudos, que me relembra que existe uma coisa essencial em ser uma mulher que se reconstrói diariamente: eu sou profunda demais pra acabar.”

Compre aqui.


“Tudo Nela Brilha e Queima”

Rayne Leão

Usando a poesia como sua arma de luta para ter sua voz ecoando, a autora transforma a dor, amor, desapego, rotina, as cidades, os fins, os recomeços e tudo isso que é maluco e lindo em texto.

Confira a resenha no blog Cheia de Manha. Compre por aqui.


“Outros Jeitos de Usar A Boca”

Rupi Kaur

Dividido em quatro partes, o livro de poemas é um forte relato sobre sobrevivência e fala das experiências de violência, abuso, amor, perda e a feminilidade.

Leia a resenha do livro feita por Chuva de Jujubas. Compre aqui.


“De Amor Tenho Vivido”

Hilda Hilst

Reunindo poemas desde seu primeiro livro Presságio, de 1950, até o último, Cantares do Sem Nome e de Partidas, de 1995, a obra reúne todos os textos da escritora sobre o amor, desejo, encontro, medo e despedida.

Confira o vídeo de Camila Pitanga lendo os poemas. Compre por aqui.


Você costuma ler poemas? Qual é o seu preferido?


nossa equipe tfp.png