the feminst patronum logo

Cruella é sombrio e divertido

Atualizado: Jun 7

Com uma explosão de figurinos de tirar o fôlego, 'Cruella' é o novo live-action da Disney estrelado pela vencedora do Oscar de Melhor Atriz por 'La La Land', Emma Stone.

Divulgação: Disney

Os vilões vem ganhando um grande destaque em Hollywood, seja por sua legião de fãs ou pelas histórias que acabam sendo mais complexas e interessantes para o público. A Disney já apostou em 'Malévola', estrelado pela Angelina Jolie, que foi um grande sucesso e teve até sequência.


'Cruella' propõe explorar o passado da icônica vilã e tenta apresentar uma versão que nunca vimos antes, um passado trágico que justifique um casaco feito de pele de Dálmatas.


Acompanhamos o decorrer da vida de Estella, uma garota apaixonada por moda e com temperamento forte. Ao perder sua mãe, ela se vê morando nas ruas de Londres, e acaba conhecendo seus fieis companheiros Jasper e Horácio.


O diretor é capaz de apresentar algo um pouco mais sombrio que costumamos ver na Disney, mas isso não significa que o filme não irá atingir ao público mais novo, muito pelo ao contrário, há diálogos engraçados e uma construção cômica em cima das cenas.


Com certeza o ponto alto do filme são suas categorias técnicas, como cabelo, maquiagem e figurino, que são capazes de dar um tom preciso para cada personagem, criando uma narrativa bem visual.


O começo do roteiro é um pouco parado e as duas horas de filme se parecem um pouco demais no fim das contas, mas não acredito que isso seja um impedimento de curtir o filme.


Por fim, temos uma trama interessante, com visuais de tirarem o fôlego e uma equipe de atores muito mais do que capaz. Não é exatamente o tipo de filme considerado uma obra prima nem nada, mas cumpre bem seu papel de apresentar entretenimento de qualidade.






estelar tfp.png