• YouTube
  • Twitter
  • Instagram

© 2019 por The Feminist Patronum.

Crítica: Predadores Assassinos

Com uma atuação de tirar o fôlego, Kaya Scodelario consegue deixar o público tenso durante todo o filme.



Um roteiro muito fluído, que foca nas cenas de ação, mas não peca em tensão e emoção, Predadores Assassinos é a aposta para quem quer ir no cinema e viver uma experiência única.


Os efeitos especiais realmente não são a melhor coisa do mundo, mas é o suficiente para o clima tenso persistir no longa.


A trilha sonora realmente é boa, acompanhando o ritmo do filme, mas não é nada impressionante.


O filme cumpre aquilo que promete em seu trailer: tensão, jacarés, sangue e muita chuva.



Sinopse


Uma mulher e seu pai ferido ficam presos pelas águas da enchente em sua casa durante um furacão. Com a tempestade aumentando, eles logo descobrem uma ameaça ainda maior do que a água: um ataque implacável de um bando de jacarés gigantes.


Confesso que o que mais me deixou tensa durante o filme foi o cachorro, toda hora achava que o bichinho ia morrer!


Pessoas morrendo e sendo mordidas por jacarés gigantes? Tudo bem.

Cachorro tendo que sofrer por causa do furacão? Nãooooooooo.


Predadores Assassinos chega nos cinemas dia 26 de setembro. Assista por sua conta e risco.



nossa equipe tfp.png