Crítica: Corgi Top Dog

O que esperar do Top Dog da Rainha Elizabeth além de um cachorro mimado e inconsequente?



Corgi Top decepciona em todos os sentidos, desde a animação mal feita até o roteiro ridículo.


Um filme infantil deveria no mínimo apresentar alguma lição de moral positiva, mas nem isso vemos no longa. Somos apresentados a um protagonista que não pensa no custo de suas ações, que trata mulheres de maneira superficial, e o pior, e se da bem no final de tudo.



Claro, um filme desse nível também teve dublador que acompanhasse perfeitamente. João Guilherme foi claramente um erro. (Até quando vão considerar dubladores profissionais descartáveis?)


Com uma leve crítica, mas bem leve mesmo, o filme faz questão de reforçar a superficialidade de Trump e seus hábitos americanos.


O que era pra ser um filme de comédia, acabou se tornando algo sem coesão e sem graça.


Corgi Top Dog chega nos cinemas dia 5 de setembro. Assista por sua conta e risco.




nossa equipe tfp.png
  • YouTube
  • Twitter
  • Instagram

© 2020 por The Feminist Patronum.