the feminst patronum logo

Crítica: Bela Vingança (Promising Young Woman)

Escrito, dirigido e co-produzido por Emerald Fennell (The Crown), Bela Vingança foi um dos filmes queridinhos nessa temporada de premiações, levando o Oscar de Melhor Roteiro.

promising young woman crítica bela vingança
Divulgação: Universal Pictures

Sinopse

Todos diziam que Cassie (Carey Mulligan) era uma jovem promissora estudante de medicina, até que um evento, misterioso destruiu abruptamente seu futuro. No entanto, nada na vida de Cassie é o que parece ser: ela é perversamente inteligente e tentadoramente astuta, e vive uma vida dupla secreta à noite. Um encontro inesperado está prestes a dar a Cassie a chance de corrigir os erros do passado.

Precisamos começar falando sobre a atuação impecável da Carey Mulligan e como ela merece ser apreciada por todos. Dito isso, também gostaria de dizer que Emerald Fennell é uma GÊNIA, esse filme foi seu debut como diretora, e mesmo já tendo trabalhado com os roteiros de Killing Eve, foi extremamente surpreendente o que ela trouxe para o longa.


Um dos grandes destaques é de fato a trilha sonora, mas no geral, o filme todo é único. Ao resolver abordar um assunto tão delicado como é o abuso sexual, não esperamos cores intensas, figurino e maquiagem bem elaborados e claro, humor ácido.

Confesso que não gosto de assistir nada que envolva abuso sexual, já que é um tema que trás inúmeros gatilhos, e normalmente o roteiro não é bem executado, sendo algo realmente deprimente. Por mais que a trama de Bela Vingança seja sobre o estupro de Nina, a paleta vibrante e as músicas pop te fazem esquecer o verdadeiro assunto, fazendo que você deseje que esse filme intrigante nunca acabe.


A trama não mostra de pronto o ocorrido, mas dá detalhes aos poucos sobre o ocorrido e como refletiu na vida de Cassie. Atrelado a isso, exibe pouco a pouco e de maneira sutil o descaso que as vítimas são tratadas e a forma como os abusadores continuam com sua "integridade" mantida.


Posso ficar horas falando de como esse filme é incrível, claro que não é perfeito, mas merece sua atenção.


Um destaque para o final: ainda não decidi se amo ou odeio, mas com certeza me fez sentir coisas.


Nota: 5 de 5 estrelas



estelar tfp.png