Conheça a Capitã Marvel - Parte 1





Carol Danvers, mas conhecida também pelo seu codinome Capitã Marvel, teve sua estreia nos quadrinhos no dia 10 de Março de 1968, na edição #13 de Marvel Super-Heroes.


Danvers cresceu com seu pai e irmãos, por ser a mais velha sempre era a mais responsável e com maiores notas no colégio, mas infelizmente seu pai tinha uma visão machista de que ela não deveria ingressar em uma faculdade. Assim que completou 18 anos, Carol saiu da casa do pai e se juntou à Força Aérea.





Durante o seu período na Força Aérea, Carol sempre se destacava por sua inteligência e carisma, até que durante um voo com um jato experimental Carol foi sequestrada por um homem chamado Ghazi Rashid, que a torturou durante dias. Esse incidente levou ela para um cargo na Inteligência da Força Aérea.




Ao receber uma proposta da NASA, Carol sai de seu antigo emprego e se torna a capitã de segurança mais nova na história da NASA. Ela se envolveu com os esquemas do império Kree, e foi assim que conheceu Mar-vell.

O alienígena Yon-Rogg sequestrou Carol, e eventualmente acabou lutando com o Mar-vell. Durante essa luta, Carol foi atingida por a explosão de uma máquina Kree, se tornando uma híbrida, meio-humana, e meio-kree.





Devido a falta de controle com o seu novo DNA, Carol acabou saindo da NASA, e foi trabalhar no Woman Magazine, uma repartição do Clarin Diário (onde o Peter Parker trabalha). Frequentemente ela tinha apagões e se transformava numa heroína Kree. Porém ela fez alguns tratamentos com a Hecate e Ronan (Gurdiões da Galáxia), o que ajudou com a sua mente fragmentada, e ela adotou o nome de Ms. Marvel




Com o passar do tempo, Ms. Marvel tornou-se uma heroína renomada, chegando a participar de algumas aventuras ao lado dos Vingadores. Após a saída da Feiticeira Escarlate, finalmente conseguiu uma vaga como membro oficial.


O caso de Avengers #200


Ela rapidamente se estabeleceu como um membro valioso, mas acabou deixando a equipe após uma gravidez indesejada por Marcus, o qual afirmava ser filho de Immortus. Marcus manipulou Carol em acreditar que ela o amava e a levou para o Limbo. No entanto, o plano de Marcus acabou falhando quando ele descobriu que ele envelhecia em um ritmo acelerado no Limbo. Carol descobriu como usar a tecnologia de viagem no tempo de Immortus e retornou ao seu tempo.

Após o seu retorno, ela raivosamente confrontou os Vingadores, expressando seu ressentimento em relação a eles por terem caído nas mentiras e manipulações de Marcus contra ela, permitindo que ele a sequestrasse para futuras profanações em suas mãos.





Vampira


Em São Francisco, ela se encontra com Vampira, que tenta mata-la. Carol sofreu uma guinada durante o embate, e Vampira absorve permanentemente as habilidades e as emoções de Miss Marvel e também grande parte das memórias dela, deixando Carol inconsciente e sem poderes.

Vampira joga ela da ponte Golden Gate, que só é salva graças a intervenção de Jessica Drew, que levou Carol ao hospital e contatou os X-Men, com a ajuda de Charles Xavier, consegue recuperar as suas memórias mas não seus sentimentos e suas capacidades sobre-humanas.




Binaria


Carol e os X-Men foram até o planeta natal da raça alienígena conhecida como Ninhada. Sequestrada pelos aliens, ela foi submetida a vários testes, por sua estrutura genética ser diferente de todos os outros X-Men.

Após ser libertada por Wolverine, ela percebeu que havia adquirido novos poderes: sua superforça estava maior do que antes, ganhara a habilidade de sobreviver no ambiente espacial e a capacidade de manipular energia cósmica.

Por se sentir uma estranha em seu próprio corpo, deixou a Terra e seus próprios problemas em busca de um novo começos. Com seus novos poderes, ela adotou o codinome Binária, já que as suas habilidades eram equivalentes às características de um sistema estelar binário.




Quasar a levou aos Vingadores, Carol se recuperou e perdoou os Vingadores. Mudou seu codinome novamente, para Warbird. Os Vingadores a convidaram para que ela se juntasse a eles, e depois foi chamada pelos Piratas Siderais, mas continuou com os Vingadores.


Alcoolismo


Depois de todas as experiências traumáticas que sofreu, recorreu ao álcool. Os outros vingadores tentaram ajudá-la, mas ela ia embriagada em lutas, e foi expulsa da equipe após uma corte marcial que julgou sua conduta imprópria para uma Vingadora.

O Homem de Ferro, que já havia tido problemas com Álcool, decidiu ajudá-la e ambos ficaram muito amigos, ajudando-a a se reerguer e retornar aos Vingadores. Assumindo a responsabilidade por seus atos.





Dinastia M



Durante esse evento (realidade alternativa criada por Wanda Maximoff), com o codinome “Capitã Marvel”, Carol se torna a maior heroína não mutante da Terra, amada por todos. Com o fim dos eventos relacionados a Dinastia M, Carol Danvers se sente determinada em tornar aquilo real.


Guerra Civil


Por sua lealdade ao governo americano, sua amizade com Tony Stark, e por acreditar que isso era o melhor para os civis, Carol Danvers se junta a Stark e passa a atuar do lado pró-registro, mesmo se sentindo mal por ter de ficar contra alguns de seus amigos.



Invasão Secreta


Durante a Invasão Secreta, um Skrull se passava por Ms. Marvel. Tony Stark desconfiando que Carol fosse uma Skrull, por tê-la visto andando nas ruas durante a missão anterior, mandou a força-tarefa dos Poderosos Vingadores capturá-la.


Novos Vingadores


Ao final da invasão Skrull, todos os membros originais dos Poderosos Vingadores deixaram a equipe, e Carol não foi a exceção. Como S.H.I.E.L.D. também tinha sido dissolvida, ela ficou sem emprego, e ao invés de ficar sozinha, ela se juntou ao Novos Vingadores.


Vingadores vs X-Men


Quando descobriram que Força Fênix estava vindo para à Terra, Miss Marvel fez parte de uma equipe enviada para atrasar/acabar com a Força Fênix se necessário, a qualquer custo.



Capitã Marvel


Depois de tudo que passou, Miss Marvel muda seu uniforme (cortesia das Indústrias Stark), um novo corte de cabelo e uma nova disposição. Capitão América a convence a assumir o manto de Capitão Marvel.



Comandada pela escritora Kelly Sue DeConnick, Carol ganha sua terceira revista solo, a primeira desde 2006, e aí começa o que viria a ser uma grande ascensão da personagem dentro do Universo Marvel, se firmando na linha de frente da editora, como a heroína mais poderosa da Terra!









Semana que vem vamos liberar a parte 2 sobre Carol Danvers, nos acompanhe nas redes sociais para não perder nada!


Capitã Marvel chega nos cinemas brasileiros dia 07 de março.

Confira o trailer:





nossa equipe tfp.png
  • YouTube
  • Twitter
  • Instagram

© 2020 por The Feminist Patronum.