the feminst patronum logo

As mulheres por trás das produções Marvel Studios

Viúva Negra, Loki e outros títulos da Marvel Studios são assinados por nomes femininos.

Com estreia simultânea no Disney+ e nos cinemas, o aguardado filme solo da Viúva Negraestará disponível para os fãs no dia 09 de julho. O longa, que abordará mais sobre o passado pouco conhecido da heroína, é o segundo do Universo Cinematográfico Marvel (MCU) protagonizado por uma personagem feminina – sendo Capitã Marvel o primeiro. Além disso, Viúva Negra é o primeiro filme totalmente dirigido por uma mulher, a diretora australiana Cate Shortland, que possui quatro longa-metragens em seu currículo. O mais conhecido, A Síndrome de Berlin (2017), é estrelado pela atriz Teresa Palmer e foi indicado ao Grande Prêmio do Júri no Festival de Sundance de 2017.


Conheça, abaixo, mais um pouco sobre outras mulheres responsáveis por produções da Marvel Studios, incluindo títulos que ainda estão por vir.

Jac Schaeffer

Jac Schaeffer, que compõe o núcleo de roteiristas de Viúva Negra ao lado de Ned Benson e Eric Pearson, é a criadora de um dos mais recentes sucessos da Marvel: a série WandaVision, disponível no Disney+. Além de roteirista, ela também atuou como produtora executiva dos nove episódios da série, que mistura o estilo das clássicas sitcoms americanas com o Universo Cinematográfico Marvel.

Kate Herron

Kate Herron é o nome por trás da mais recente produção do Disney+, Loki, focada na história do querido vilão. Ela assume a direção e também a produção executiva dos seis episódios da série. Antes de estrear na Marvel Studios, um dos trabalhos mais recentes de Herron foi na série Sex Education, na qual dirigiu quatro episódios da primeira temporada.

Anna Boden

Capitã Marvel (2019) foi um filme pioneiro por diversos motivos: além de ser o primeiro da Marvel Studios com uma mulher no papel principal, o longa estrelado por Brie Larson foi também o primeiro filme sobre uma super-heroína a ultrapassar a marca de um bilhão de dólares de rendimento. E uma das responsáveis por esse sucesso foi Anna Boden, primeira mulher a dirigir um filme do estúdio, assinando a direção e o roteiro da produção junto com Ryan Fleck. Outros trabalhos mais conhecidos da cineasta são o filme Se Enlouquecer, Não se Apaixone (2010) e a minissérie Mrs. America (2020), transmitida com exclusividade pelo STAR Premium no Brasil, indicada a dez prêmios Emmy e vencedora na categoria de melhor atriz coadjuvante pela atuação de Uzo Aduba.

Nicole Perlman

Nicole Perlman foi a primeira mulher a escrever um filme do MCU. Fã de ficção científica desde adolescente, ela é a responsável, junto com o diretor James Gunn, pelo roteiro de Guardiões da Galáxia, lançado em 2014. O filme explora o universo intergaláctico da Marvel e conta a história de um grupo de criminosos do espaço sideral que se unem para proteger um objeto valioso capaz de mudar os rumos do universo.

Chloé Zhao

A cineasta chinesa Chloé Zhao fez história ao ser a primeira mulher asiática a ser indicada na categoria de direção na cer