the feminst patronum logo

A verdade nada inclusiva por trás de "The Bold Type"

The Bold Type é conhecida por abordar e evidenciar várias temáticas como racismo, o preconceito contra a comunidades LGBTQIA+, machismo e vários outros assuntos. Por conta disso, a atriz Aisha Dee resolveu expor vários fatos sobre o por trás das câmeras como uma forma de pressionar a produção a ser mais diversa.

Divulgação: Freeform

Não conhece a série? Vale a pena conferir nosso post de indicação.


No texto Aisha deixa claro amar a série e saber a importância dela para várias pessoas e que não queria parecer ingrata ou "difícil", mas que ela precisava fazer o que, Kat (personagem que ela interpreta) faria se estivesse em seu lugar.


A atriz conta que levou duas temporadas para contratarem uma pessoa de cor como uma das roteiristas, e que era muita responsabilidade ter apenas uma pessoa falar e representar uma comunidade inteira. Aisha também falou que em quatro temporadas (48 episódios) houve apenas uma diretora negra e ela dirigiu apenas dois episódios.


Além de falar que durante três temporadas não havia pessoas no departamento de cabelo que soubessem fazer penteados nela, e que isso a impactou em vários níveis a fazendo se sentir um fardo para a produção, e que não gostaria que outras atrizes negras se sentissem dessa forma.


Alerta SPOILER 4ª Temporada

Dee também criticou o relacionamento da sua personagem Kat com a nova personagem, Eva, que é uma personagem com pensamentos conservadores. Aisha diz que não acredita que Kat se relacionaria com uma pessoa que acredita em uma política que faz mal a várias comunidades e seja cúmplice a opressão, ressaltando que não queria que Kat se tornasse a história de redenção de outra personagem.


"Para um show que usa as palavras 'interseccionalidade', 'inclusão', 'feminismo' e várias outras com muita frequência, eu me pergunto como seriam as histórias se fossem contadas por pessoas que experienciaram aquilo."

Após a declaração da atriz, vários companheiros de elenco demonstraram apoio a Aisha, incluindo às outras duas protagonistas: Katie Stevens e Meghann Fahy.


Com a estreia da quinta e última temporada, vimos algumas (poucas) mudanças no roteiro e na equipe por trás das câmeras.


“Tivemos muitas conversas para que nossas histórias fossem colaborativas”, revelou a produtora Wendy Straker Hauser, em referência à participação da atriz Aisha Dee no processo de criação dessa trama em particular.

Devemos sempre lutar para que aquilo que consumimos não tenha somente uma representação superficial, e sim atitudes que realmente demostrem mudanças.



estelar tfp.png